O conhecimento é um tesouro, mas a prática é a chave para alcança-lo. (Thomas Fuller)

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

IFRN Caicó realiza olimpíada de lançamento de foguetes de PET

Neste projeto, faremos uma olimpíada inteiramente voltada para introduzir conhecimentos científicos aos jovens alunos do ensino médio e da Licenciatura em Física do IFRN, Campus Caicó, conhecimentos estes absolutamente necessários e básicos para o ingresso no restrito mundo do lançamento dos foguetes.

Como exige a lei, só usaremos foguetes de garrafa PET sem nenhuma parte metálica bem como os combustíveis serão absolutamente inertes e seguros como água pressurizada e Vinagre e fermento como exigem a mostra brasileira de Foguetes MOBFOG coordenada Nacionalmente pelo professor Dr. João Batista Canalle. A Matemática, Física, Química, Historia bem como Eletrônica aplicada e Mecânica dos Fluidos são pré-requisitos básicos para o desenvolvimento desta ciência e serão alvo de prova teórica durante a olimpíada afim de que a mesma não se torne puramente empírica.

Na próxima EXPOTEC em novembro, teremos uma oficina de foguetes e satélites com lançamentos que classificarão alunos para o ao campeonato Norte - Nordeste de foguetes que acontecerá em Maceió . Nosso projeto visa, ao nosso entender, dar uma  introdução ao mundo dos foguetes bem como desenvolver nos jovens o gosto por esta divertida atividade experimental que os possibilitará fazer seus próprios foguetes e bases de lançamento. 

Teremos a participação de alunos de uma escola pública de Caicó como também alunos do Campus Cedro do IFCE, com a coordenação do professor Dener Albuquerque que foi classificado junto com seus alunos para a olimpíada nacional de foguetes no Rio de Janeiro. 

OBJETIVOS

A primeira AMOSTRA POTIGUAR DE FOGUETES (APF) é uma  ATIVIDADE PRÁTICA com os seguintes objetivos:
a) Despertar e estimular o interesse pelos foguetes e pelas ciências;
b) Aproximar os Institutos Federais das Escolas Municipais e Estaduais de Caicó e região;
c) Incentivar os alunos e o seu ingresso nas áreas cientificas;
d) Incentivar o aperfeiçoamento dos professores das Escolas Públicas e Particulares;
e) Contribuir para a melhoria da qualidade da Educação do Ensino Médio e Fundamental;
d) Interação de alunos do Ensino Médio e superior.

Fonte: Site do IFRN