O conhecimento é um tesouro, mas a prática é a chave para alcança-lo. (Thomas Fuller)

domingo, 15 de setembro de 2013

UERN consegue captar R$ 1,8 milhão em Chamada Pública do CT-Infra

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) conseguiu aprovar dois subprojetos na Chamada Pública MCTI/FINEP/CT-INFRA Nº 01/2013 e receberá um valor total de R$ 1.826.002,00.

Os recursos serão utilizados para construção de laboratórios e aquisição de equipamentos para modernização da estrutura de Pesquisa dos Programas de Mestrado em Física, Ciências Naturais e Saúde e Sociedade.

O assessor de Captação de Recurso - PROPEG, Prof. Dr. Lima Júnior, comemora a aprovação: “A UERN tem um histórico muito bom de aprovação no CT-INFRA. Nos últimos cinco anos a PROPEG implantou uma logística que possibilitou a conquista desses recursos junto às agências de Fomento. De 2005 a 2012 foram captados mais de R$ 5 milhões. É uma conquista coletiva”, afirmou Lima Jr.

O subprojeto que beneficiará os Mestrados de Ciências Naturais e Física, com valor aproximado de R$ 1,4 milhão será utilizado na construção de um prédio de laboratórios que dará suporte a seis grupos de pesquisa nas áreas de Química Ambiental, Recursos Naturais, Monitoramento e Desenvolvimento Sustentável do Semiárido, Ecologia e Sistema Animal; na área de Física os estudos são direcionados à Nanomateriais e Física da Matéria Condensada.

O subprojeto que contempla o Mestrado de Saúde e Sociedade, com valor estimado em R$ 410 mil, será utilizado na aquisição de equipamentos que ampliarão a infraestrutura laboratorial e realização de experimentos.

“Nossos pesquisadores terão as condições necessárias para consolidar as pesquisas em andamento. O impacto será muito positivo, pois ampliaremos as publicações e a produção científica”, destacou Lima Jr, ressaltando que a liberação dos recursos é relativamente rápida. “Fica dependendo apenas da parte burocrática pois os recursos já estão alocados”, complementou. A UERN ainda aguarda o resultado de outra Chamada do CT-Infra, direcionada às IES Estaduais.

Comitê de Pesquisa - Para Lima Jr., a criação do Comitê Institucional de Pesquisa foi um marco no avanço da Política de Pesquisa e Pós-graduação da UERN: “Esse Comitê foi criado na gestão de Pedro Fernandes à frente da PROPEG. Ele conta com representantes de todos os Mestrados, professores titulares doutores, Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação e Assessor de Captação de Recursos. Esse tem sido um vetor motivador para todos os pesquisadores”.